Países europeus e africanos estabeleceram um compromisso de quatro anos em Rabat, Marrocos, sobre um conjunto de medidas para travar a imigração ilegal. Na primeira conferência ministerial Euro-África sobre migrações e desenvolvimento, que decorreu entre ontem e hoje na capital marroquina, foi definido o controlo conjunto das fronteiras marítimas e terrestres e o combate à pobreza através de ajuda financeira.

COORDENADAS ÚTEIS:

AKI (Itália)

Radio Netherlands (Holanda)