O ministro das Finanças da Hungria, Janos Veres, revelou hoje que o país não estará pronto para se juntar à zona euro antes do período 2011-2013. Um adiamento face à anterior previsão, que apontava 2010 como o ano provável de adesão à moeda europeia.

O adiamento deve-se ao excessivo défice das contas públicas da Hungria, que este ano deverá atingir os 10,1 por cento do PIB – mais do triplo do valor permitido pela Comissão Europeia aos países da zona euro.

COORDENADAS ÚTEIS:

Bloomberg

Portfolio.hu (Hungria)

Budapest Business Journal (Hungria)