“Os crimes étnicos cometidos na Rússia não podem ser vistos como uma atitude de toda a população russa contra os armenos”

Ruben Tovmassyan, Primeiro-Secretário do Comité Central do Partido Comunista da Arménia. Desde o início do ano, dez armenos foram assassinados na Rússia.

Fonte: Agência Regnum (Rússia)