O economista Muhammad Yunus, do Bangladesh, e o banco Grameen, que fundou em 1976, receberam hoje o prémio Nobel da Paz pelos projectos de microcrédito que criaram e desenvolveram.

Com estes projectos, pessoas carenciadas têm conseguido financiar negócios no Bangladesh, gerando assim desenvolvimento económico e social.

COORDENADAS ÚTEIS:

Guardian, via Associated Press

Reuters